quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Locais de provas do Enem 2012 já podem ser consultados pela Internet

Os estudantes que vão participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já podem consultar na Internet onde farão a prova.
Para fazer a consulta no site, é preciso informar o número do CPF e a senha cadastrada no momento da inscrição. A senha pode ser recuperada no próprio site do Inep.

Na quarta-feira (10/10), os alunos inscritos no processo de seleção começaram a receber, pelos Correios, os cartões de confirmação de inscrição, que também informam os locais de prova.

Aqueles que não receberem o cartão e não conseguirem imprimir o documento pelo site podem obter a informação por meio do telefone 0800 616161. A ligação só pode ser feita de telefone fixo ou público.
5,7 milhões
Exatos 5.790.989 estudantes serão esperados para fazer as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012, marcadas para os dias 3 e 4 de novembro. Este é o número exato de candidatos que confirmaram sua inscrição com o pagamento da taxa. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), é um recorde no número de inscritos desde a criação da prova em 1999.
Do total de inscritos, 4 milhões ficaram isentos do pagamento da taxa de R$ 35 porque são alunos de escolas públicas ou porque pertencem a famílias de baixa renda. O número de candidatos pagantes do Enem 2012 é 1.761.233. Mais de 6,4 milhões tinham feito a pré-inscrição no site do Enem, o que significa que 609 mil não concluíram o processo com o pagamento taxa.
No primeiro dia de provas, os participantes terão quatro horas e meia para responder às questões de ciências humanas e da natureza. No segundo, será a vez das provas de matemática e linguagens, além da redação, com um total de cinco horas e meia de duração. A divulgação do gabarito está prevista para 7 de novembro, e o resultado final deve sair em 28 de dezembro.
Desde 2009, o Enem ganhou mais importância porque passou a ser usado por instituições públicas de ensino superior como critério de seleção em substituição aos vestibulares tradicionais.
A participação no exame também é pré-requisito para quem quer participar de programas de financiamento e de acesso ao ensino superior, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Ciência sem Fronteiras.
Fonte: Tribuna da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário