quinta-feira, 30 de junho de 2016

Enfim, Férias!


Resultado de imagem para ferias
 Na manhã de hoje (30) o Presidente do Conselho do FUNDEB prof. Cliberton, juntamente com a presidente da Comissão Municipal do Sindicato APEOC profª Mocinha, estiveram na Secretaria de Educação, cobrando o pagamento do 1/3 das Férais dos Professores Concursados e Comissionados a ser efetuado na Folha  de Pagamento do mês de Junho conforme estabelece o Plano de Cargo e Carreira do Magistério, o Estatuto do Servidor e o Termo de Ajustamento de Conduta - TAC assinado entre o senhor prefeito e o ministério público no mês de Janeiro do ano em curso.

O senhor Secretário de Educação prof. Herivelton garantiu que em JULHO junto com a folha de pagamento de JUNHO será pago as Férias de 2016 de todos os Professores Concursados e Comissionados. 

 Garantiu também que as férias atrasadas de 2015 dos Servidores dos 40% que estão pendentes,  serão todas pagas, na folha de pagamento de Julho. Sendo que na folha de pagamento de Agosto o secretário de educação começará pagar as férias de 2016 dos Servidores dos 40%.

O que nos entristece são as pessoas não terem  informação correta, e falam coisas sem ter conhecimento dos fatos.

APEOC: juntos, seremos mais fortes!!

APEOC DE CHAVAL: Advogado vai ao Fórum cobrar andamento dos Processos

Resultado de imagem para forum de chaval 
 Na manhã desta quarta-feira (29) o advogado do Sindicato APEOC Dr. Ítalo Bezerra esteve no Fórum da Comarca de Chaval, para protocolar processos referente ao retroativo do salário mínimo, como também acompanhar os processos que se encontram parados, muitos deles aguardando marcar audiência de reconciliação, outros conclusos a Juíza e etc. Na ocasião  Dr. Ítalo teve um momento com a Meritíssima Juíza Dr Daniela Aoki de Andrade Maria, para tentar promover o andamento destes processos, que encontram-se parados nesta Comarca.

Vale ressaltar que a Juíza mostrou interesse e vontade em acelerar todos os processos que se encontram em atrasos, embora diante a tantas dificuldades. Assim ficaremos atentos e aguardando as decisões dos mesmos.

APEOC na luta pelos direitos dos Trabalhadores da Educação



quinta-feira, 23 de junho de 2016

Rede Estadual: Reaberta a negociação entre Sindicato APEOC, categoria e Seduc

O Sindicato APEOC participou na noite desta quarta-feira (22) da reabertura das negociações entre a Secretaria da Educação do Estado, gestores escolares, representação de professores (as) e dirigentes do Sindicato. O encontro foi para tratar das reivindicações da categoria, em greve desde o dia 25 de abril. O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, reafirmou a competência institucional da entidade à frente do processo de negociação entre a categoria e o Governo e reivindicou mais transparência nas ações.

Negociação

O secretário da Educação, Idilvan Alencar, reiterou as propostas apresentadas na última rodada de negociação, que incluem o reajuste de 100% no valor da PVR (Parcela Variável Remuneratória) e a antecipação da descompressão na carreira para junho de 2016 com a promoção especial para os professores especialistas do Nível I. Como proposta adicional, a Seduc se comprometeu em pagar a promoção sem titulação de forma universal para todos os profissionais apto a partir de setembro de 2016. Segundo o secretário, a descompressão na carreira e a promoção sem titulação vão resultar num aumento de 5% no vencimento base.
Anizio Melo solicitou que todas as propostas fossem apresentadas em forma de documento e exigiu garantias quanto à publicação imediata do decreto da Descompressão na Carreira, o pagamento de 1/3 das férias em 1° de julho, o não desconto das faltas em decorrência da greve e mais agilidade na negociação do ganho remuneratório dos funcionários da Educação. Idilvan Alencar se comprometeu com o pleito do Sindicato, mas condicionou a efetivação da pauta ao retorno dos professores (as) à sala de aula até a próxima segunda-feira, dia 27 de junho.
Fonte: APEOC de Camocim

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Greve Geral da Educação no Ceará continua!


IMG 20160608 1041518201300xOs profissionais da Rede Estadual de Educação rechaçaram a atitude do Governo de não oferecer reajuste geral aos servidores públicos e aprovaram a continuidade da greve. A decisão foi tomada durante mais uma assembleia da categoria, realizada na manhã desta quarta-feira (08) no Ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza. Mais de 1.400 servidores participaram do encontro.
O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, conduziu a Assembleia e afirmou que a mobilização continua no interior e na capital porque a categoria não aceita reajuste zero.

Assembleia Permanente

IMG 20160608 103949417 TOP1300xA partir desta quarta (08), a categoria estará em Assembleia permanente para encaminhar os outros pleitos e arrancar um reajuste diferenciado para os trabalhadores da Educação. Além disso, o Sindicato APEOC espera manter o canal de negociação com a Secretaria da Educação para avançar nas outras propostas, como a construção de novas regras para afastamento para Mestrado e Doutorado; a volta do programa Professor Coordenador de Área (PCA); a criação de um grupo de estudo para discutir uma nova forma de contratação de professores temporários e a garantia do envio à Assembleia do decreto do Governo que regulamenta a Descompressão na Carreira. Esses pontos foram discutidos na Mesa de Negociação com a Seduc na noite desta terça-feira (07). Veja a Ata da reunião AQUI.
As outras pautas relativas à infraestrutura das escolas; merenda escolar; melhoria das condições de trabalho e ensino e liberação dos processos funcionais em atraso permanecem na mesa de negociação. Após a luta da categoria, por meio do Sindicato APEOC, alguns itens já estão sendo atendidos.

Agenda de Mobilização:

09, 10, 11 e 13/06: Plenárias Regionais (Interior) e Reuniões dos Zonais (Fortaleza)
14/06: Ato Unificado contra Reajuste Zero na Assembleia Legislativa – Concentração na Praça da Imprensa às 8h
14/06: Assembleia Geral – à tarde – em local a ser definido

Greve Geral da Educação

A paralisação começou no dia 25 de abril e atinge todas as regiões do Ceará. Em mais de quarenta dias de paralisação, já foram realizados vários atos no interior e capital para mobilizar a categoria e sensibilizar a sociedade para a causa da Educação no Estado. Nesta terça-feira (08), o Sindicato APEOC promoveu uma manifestação em frente à Secretaria da Fazenda do Estado. O representante do Sindicato em Fortaleza, Mikaelton Carantino, foi recebido pelo secretário Mauro Filho e entregou ao gestor uma carta do Sindicato APEOC. No documento, a entidade alerta para os prejuízos que o ajuste fiscal provoca na vida dos servidores públicos e indica uma série de medidas econômicas para ampliar a arrecadação e combater a sonegação de impostos. Veja AQUI.
01ato 07.06.2016.300x 02ato 07.06.2016.300x

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Rede Estadual:Entenda passo a passo a Proposta apresentada pelo Governo à categoria

Para ajudar a categoria a analisar a proposta de remuneração apresentada pela Secretaria da Educação do Estado, o Sindicato APEOC detalhou em números todos os itens levantados. O objetivo é subsidiar os profissionais da Educação a avaliar com mais clareza os pontos apresentados. Veja a Proposta do Governo AQUI.
Item 1: Propõe ultrapassar os 80% do FUNDEB para valorização do Magistério.
Item 2: Propõe aumento a ser pago em Julho de 2016 da seguinte forma:
tabela01
Item 3: Propõe a efetivação da DESCOMPRESSÃO DA CARREIRA com a publicação do DECRETO DE REGULAMENTAÇÃO DAS PROMOÇÕES, possibilitando aos professores ganho de 5% em Setembro deste ano e a promoção sem titulação (fim do embarreiramento) nos próximos. Além disso, a regulamentação garante a ANTECIPAÇÃO da PROMOÇÃO ESPECIAL para 5.000 professores do Nível I com ganho adicional de 5% em Junho.
Item 4: Compromisso de pagamento do Piso Nacional do Magistério em Julho, retroativo a Janeiro de 2016 da seguinte forma:
tabela02
Item 5: Reafirma os compromissos com a melhoria da infraestrutura e manutenção das escolas, merenda escolar, PCE/PCA, portaria de afastamento, pagamento da ampliação definitiva, concurso público, reformulação da legislação de contratação temporária, Prêmio Aprender pra Valer, notebooks para estudantes e computadores para escolas, gratificação das escolas profissionalizantes, educação especial, tipificação das escolas, defesa dos royalties do pré-sal, melhorias no Issec, entre outros.
Item 6: Condiciona a efetivação das propostas ao término da greve.
Item 7: A reposição de faltas da greve será discutida em reunião entre Apeoc e Seduc.
* 5.000 professores terão antecipação para Junho da promoção especial, do Nível I para o Nível J, com ganho adicional de 5%. Saindo de R$4.126,62 para R$4.458,36 a R$4.489,44, representando ganho total entre 8% e 8,8%.

Fonte: APEOC