sábado, 16 de março de 2013

Resultado da Eleições para diretoria da APEOC de Chaval


       As eleições para a comissão municipal do Sindicato a APEOC, do Município de Chaval-CE, que representa a classe de professores e funcionários da área de educação do Estado do Ceará, teve como resultado, a vitória da  chapa" Luta e Conquistas",  com 102 votos contra 27 votos da Chapa "Unidos pela Valorização pela Valorização dos Profissionais da Educação", com uma diferença 75 votos de maioria. 
      A chapa vitoriosas, Luta e Conquistas, composta pela professoras Maria de Fátima do Nascimento Teixeira (a Dona Mocinha) como presidente, a Antônia Silva de Abreu como vice-presidente, e Antônia Maria Alves da Silva (a Antonieta) como secretária, que foi vitoriosa com 75 votos de maioria.
     A chapa "Unidos pela Valorização pela Valorização dos Profissionais da Educação" era composta pelas professoras Joyce Alves Carneiro Barbosa como presidente, Ivoneide Pereira Passos como vice-presidente, e Maria Hermila  como secretária. 

      A presidente da comissão, Dona Mocinha, declarou que se sentiu muito grata aos 102 associados que a reelegeram para mais um mandato, a confirmando como presidente da Comissão Municipal da APEOC de Chaval. A candidada a vice-presidente eleita, Antonia Abreu, enfatizou que essa grande diferença de votos de 75 votos, que chega a quase três vezes mais do que os votos tidos pela chapa de oposição, se deveu principalmente aos quatro anos de luta incansável da atual presidente (reeleita), a Professora Mocinha, pela direitos dos servidores da área de educação. Lutas essas tantas, que foi coroada pelo direito do Abono Salarial, que no mandato passado só foi pago em 2011, que chegou ao máximo de 780 reais, e depois de muita luta e mobilização. Muito pouco, se comparado com Viçosa do Ceará, que chegou a pagar 25 mil reais naquele mesmo ano, e Barroquinha que pagou em torno de 10 mil reais. 
     A candidata a secretária eleita, Antonieta, lembra da luta da professora Mocinha pelo piso salarial dos professores, e da luta pelo salário mínimo para os servidores da educação. Lutas essas que foram vitoriosas, beneficiando a todos os servidores da educação, desde as merendeiras, auxiliares de serviços gerais, vigias, secretários escolares e auxiliares.   
     A comissão eleitoral foi formada pelo professor Antonio Francisco, presidente da Comissão Municipal da APEOC de Barroquinha, o professor Junior, vice-presidente da Comissão da APEOC de Camocim e vice presidente regional da APEOC estadual, e professor Neudson, presidente da Comissão Municipal da APEOC de Camocim, e o professor "Leo", presidente da ´Comissão Municipal da APEOC de Martinópole. Enfatiza-se que as urnas foram acompanhadas por eles, e apuração dos votos também foi feita por eles, e acompanhada pelos membros das duas Chapas, evitando qualquer problemas ou desconfianças quanto ao processo eleitoral, tudo com a máxima transparência e sem qualquer incidente. 
     A comissão eleita, segundo a professora Mocinha, já tem uma grande luta em vista, que é o pagamento do salário dos professores referente ao mês de dezembro de 2012, que ainda hoje não foi pago.


Professores Antonio Francisco, Junior e Leo apurando os votos

Professores Antonio Francisco, Junior, Leo, Neudson (a comissão eleitoral)
 e ao centro as professoras Antonieta, Mocinha, e Antonia Abreu (capa eleita)


A comissão eleitoral apurando os votos, e as componentes da  chapa de oposilção
acompanhando a apuração (professoras Hermila, Ivoneide, e Joyce Carneiro

 
     A professora Mocinha, a presidente da comissão Eleita (ao lado da professora Ivoneide), discursando agradecendo à Comissão Eleitoral pela excelente condução do processo eleitoral, com muita transparência e sem incidentes, e agradecendo também aos 102 votos de servidores da educação, da rede estadual e municipal de ensino, que a confiaram em lhes dar mais um mandato à frente da Comissão Municipal do sindicato APEOC de Chaval. 
     O professor Junior, vice-presidente regional da APEOC do Estado do Ceará, discursou enfatizando o excelente comportamento dos componentes das duas Chapas concorrentes durante esse processo eleitoral, que se mantiveram completamente respeitosos uns com os outros, sem qualquer atritos nem qualquer problemas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário