segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Remarcada para esta terça-feira, primeira Audiência com Camilo Santana

agenda.apeoc
Remarcada para terça-feira (10/02), às 11h30min, no Palácio da Abolição, a primeira Audiência do Sindicato APEOC com o Governador Camilo Santana. A Audiência aconteceria segunda-feira (09/02), às 09:30h, mas, informação sobre o adiamento foi encaminhada horas antes ao Sindicato pelo Gabinete do Governador.  Direção da APEOC solicitou encontro com Camilo Santana já nos seus primeiros dias à frente do executivo estadual.
No último dia 30 de janeiro, o presidente Anízio Melo e demais integrantes da Diretoria do Sindicato APEOC, foram recebidos pelo Chefe de Gabinete do Governo, Élcio Batista. A inclusão da Vice-Governadora Izolda Cela, nas negociações do governo com os professores, foi definida na reunião. E, no dia 08 de janeiro, o Sindicato APEOC reuniu-se com o Secretário da Educação do Ceará, Maurício Holanda, na primeira Audiência com o Secretário da nova gestão do Governo do Estado do Ceará. O presidente Anízio Melo deixou claro que o Sindicato APEOC e a categoria não abrem mão da valorização da carreira profissional do magistério, a partir do novo valor do Piso com ganhos remuneratórios retroativos à janeiro de 2015 para TODOS OS PROFESSORES, estejam eles em atividade ou aposentados.
Nesta terça-feira (10/02), às 11h30min, na primeira Audiência com o Governador Camilo Santana, o Sindicato APEOC vai apresentar e discutir a seguinte Pauta Emergencial, para garantir e avançar nas conquistas dos profissionais da educação:
1.    Aplicação do reajuste do piso salarial, retroativo a janeiro de 2015, no patamar de 13,01%, com valorização de toda a carreira do magistério. Repercutindo para ativos, aposentados e temporários;
2.    Efetivar o ganho remuneratório para os Funcionários da Educação, a partir da definição da nova Tabela Vencimental proposta pelo Departamento de Funcionários da APEOC (DEFE/APEOC);
3.    Garantia de Vale Alimentação para os professores temporários;
4.    Garantir a descompressão da carreira do magistério;
5.    Aprovar em Lei Estadual a destinação dos Royalties do Petróleo e Gás para a valorização de todos os profissionais da Educação;
6.    Antecipação da Meta 17 do PNE: definir uma política permanente de valorização profissional com base nos cálculos da média nacional da remuneração dos profissionais com mesma formação;
7.    Resolução dos problemas no atendimento de saúde do ISSEC.
APEOC na Direção Certa: Sindicato de Proposição, Luta e Conquistas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário