quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Sindicato APEOC realiza entrevista com candidato à Prefeitura de Chaval


Os professores e servidores da rede municipal de ensino de Chaval participaram neste sábado (17) de entrevista com candidato à Prefeito nas eleições de 2016, promovida pelo Sindicato APEOC. A organização ficou por conta da Comissão Municipal, representada pelas professoras: Maria de Fátima (presidente), Antonia Abreu (vice-presidente), Antonieta (secretária), e Lourdes Nascimento (tesoureira). Teve o apoio do vice-presidente regional (professor Antonio Júnior), presidente da Comissão Municipal de Camocim (professor Neudson), presidente da Comissão Municipal de Barroquinha (Antonio Francisco). Contamos também com a presença de alguns vereadores. A entrevista ocorreu na Plenária da Câmara Municipal e reuniram dezenas de servidores públicos, ressaltamos que foi a segunda vez que o Sindicato APEOC realizou este tipo de entrevista.

Ressaltamos também que apenas o candidato da coligação "Unidos por um Chaval que queremos" Sebastiãozinho (PDT) esteve presente na realização do evento. O convite foi estendido aos dois candidatos, infelizmente o candidato pela coligação "Compromisso com o povo, unidos pela paz" Dr. Ângelo (PP), não aceitou o convite para participar da entrevista, justificando que sua agenda estava toda comprometida com outras atividades.

O evento foi aberto apenas aos servidores municipais filiados ao Sindicato APEOC, o candidato foi acompanhado de sua vice (Themis Passos) juntamente com seus assessores e convidados especiais. A entrevista foi gravada em vídeo, que será entregue ao candidato, e também será postado em redes sociais do Sindicato.

A entrevista foi conduzida e dividida em três etapas. No primeiro momento, o candidato respondeu a 03 (três) perguntas improvisadas e elaboradas pela presidente da comissão do sindicato APEOC no que diz respeito aos itens: Relacionamento do candidato com o Sindicato APEOC; Aplicação dos Recursos do FUNDEB - 40% e 60% para a valorização dos trabalhadores da educação e melhoria da educação de nosso município; Tratamento com servidores que democraticamente apoiaram a outros candidatos. Em seguida o candidato se pronunciava em relação à pauta de reivindicação da categoria, formulada em Assembléia Geral no total de 36 (trinta e seis reivindicações). Por último, o candidato fazia suas considerações finais.

Os temas abordados, foram definidos e repassados para o candidato com antecedência, entre eles citamos alguns:

- Isonomia salarial entre professores e servidores concursados e contratados, incluindo direito a férias e 13º proporcionais.

-. Reformulação, aprovação e implementação do Plano de Carreira e Remuneração do Magistério - PCR, com ampla participação da categoria, através do Sindicato-APEOC, até 30/04/2017.
- Implantar na prefeitura um sistema para entrega de contracheque online.

      - Fixação de data de pagamento de salário, para todos os professores e servidores da educação (40% e 60%), até o dia 05 de cada mês.

              - Estabelecer e fixar em Lei a diferença dos níveis de escolaridades dos professores na seguinte proporção:

  • ·         Nível Médio - valor do piso salarial;
  • ·         Nível Médio para Graduado - vinte por cento (24,93%) sobre o vencimento base dos professores com nível médio;
  • ·         Nível Graduado para Especialista - quinze por cento (15%) sobre o vencimento base dos professores com nível de graduado;

          - Criação de lei específica para Ampliação definitiva de 20 para 40 horas a jornada dos professores que forem concursados ou estáveis utilizando critérios;

          - Pagamento do Adicional Noturno dos Vigias (20%);

         - Garantir a gratificação dos Diretores Escolares e Coordenadores Educacionais, de acordo com o número de alunos das escolas.

Vale ressaltar que estas são algumas das pautas assumidas pelo candidato a prefeito, caso seja eleito.

A professora Mocinha fez uma avaliação positiva da entrevista realizada com o candidato a prefeito de Chaval Sebastiãozinho, onde se pôde perceber firmeza e segurança em seus compromissos assumidos perante o Sindicato APEOC e os trabalhadores da educação ali presentes.

Por fim o candidato fez suas considerações finais agradecendo a oportunidade que lhe foi dado, falou da grandeza dessa entrevista para a melhoria da educação do município e  cobrou do sindicato duas reivindicações que não estavam presentes na pauta de reivindicações, mas que no ponto de vista dele é de grande importância, que é o transporte escolar de qualidade e o bônus do professor no final do ano, assumindo, portanto um compromisso de fazer acontecer se eleito for.

E assim, o candidato assinou perante os presentes, a pauta de reivindicações com os compromissos assumidos com o Sindicato APEOC os Trabalhadores da Educação de Chaval.

Confira abaixo o vídeo da entrevista na íntegra.


























Nenhum comentário:

Postar um comentário